Saúde e Bem-Estar

Doença causada por bactéria: sintomas e prevenção

doenças causadas por bacterias
gabriel.carrasco@npbrasil.com'
Escrito por H2O Purificadores

Você sabia que a água contaminada pode trazer complicações para a nossa saúde? Doença causada por bactéria presentes na água é apenas uma delas!

A água é vital para a nossa saúde e isso todos nós já sabemos.

No entanto, infelizmente, mais de 16% da população brasileira não têm, ainda, acesso à água tratada.

Isso representa que 35 milhões de pessoas, diariamente, acabam se expondo à bactérias, vírus e outros microrganismos que podem colocar em risco a nossa saúde.

Além disso, o mesmo estudo que traçou este panorama, revela que 46% de todos os esgotos que o país gera não recebem tratamento adequado.

Assim, as pessoas se expõem a um duplo tipo de risco: o de contaminarem-se através da água que bebem ou de contaminarem-se através do solo, já comprometido pelo lançamento inadequado dos dejetos.

O que são bactérias

As bactérias são seres vivos, unicelulares e procariontes: ou seja, são formados e existem a partir de uma única célula.

Esses seres podem viver tanto de forma isolada quanto em colônias, mas cada tipo de bactéria possui características únicas em relação à forma de viver.

Quais as principais doenças causadas por bactérias?

Conheça, agora, as duas doenças mais comuns que são causadas por bactérias e compreenda como devemos nos prevenir delas!

Leptospirose

A leptospirose é uma doença causada por bactéria, que pode contaminar água, alimentos e outros objetos que tenham contato com a urina de animais portadores da doença.

Contágio

Geralmente, a contaminação ocorre através da água que tem contato com a urina do animal portador da bactéria causadora da leptospirose.

A leptospirose, comumente, está relacionada com grandes inundações, enchentes ou eventos desse tipo.

Mas, no entanto, pode ser também contraída em ambientes domésticos, bastando que o animal esteja infectado para que o humano contraia a doença causada por bactéria.

doenças-causadas-por-bacterias

Sintomas

A leptospirose tem sintomas muito particulares e causa febre muito alta, sensação de mal estar, dores musculares intensas, na cabeça e no tórax.

Também pode desencadear náusea, tosse seca, vermelhidão nos olhos, diarreia e manchas vermelhas espalhadas pelo corpo.

No entanto, a leptospirose pode também ser assintomática, o que faz com que seja fundamental sempre buscar ajuda médica se, em algum momento, houver exposição à água potencialmente contaminada.

Quando o quadro sintomático da doença não é tratado, rapidamente pode-se desencadear a Síndrome de Weil, doença potencialmente grave, que pode levar à hemorragia e à insuficiência renal.

Tratamento

O tratamento para a leptospirose costuma, a princípio, ser bem sucedido com doses de antibióticos de uso clássico, como amoxicilina ou penicilina.

No entanto, a medicação deve sempre ser avaliada pelo médico responsável pelo tratamento, sobretudo porque a dosagem pode variar de acordo com cada caso, de acordo com a gravidade apresentada.

A automedicação, inclusive, é absolutamente desaconselhável em caso de, pós-contato com águas potencialmente contaminadas, surgirem sintomas que indiquem leptospirose.

Prevenção

A leptospirose é uma doença causada por bactéria que pode ser facilmente prevenida.

Como está relacionada com ambientes sem infraestrutura adequada para o tratamento de esgoto e lixo, é importante buscar alternativas para lidar de forma menos impactante com o meio ambiente.

Em áreas de grande descarte de lixo, as inundações acontecem quando fortes chuvas estão associadas com entupimento de esgotos que poderiam dar vazão ao volume de água.

Com o lixo, também há maior concentração de animais infectados, que, ao urinar na água, acabam por contaminar seres humanos.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, algumas medidas podem ser tomadas para minimizarmos o contágio por essa doença causada por bactéria. Veja:

Cólera

A cólera é uma doença causada por bactéria.

Sua causadora é a Vibrio cholarae, que é transmitida pela água não tratada, por alimentos contaminados e não higienizados e, ainda, por alimentos que não foram bem cozidos.

Contágio

O contágio pela bactéria Vibrio cholarae é muito simples de acontecer e, por conta disso, devemos ser sempre rigorosos em relação à água que consumimos e aos alimentos que ingerimos.

A bactéria causadora da cólera está presente em meios aquosos e pode rapidamente desenvolver um problema grave de saúde, que leva à desidratação extrema.

Sintomas

Os primeiros sintomas da cólera aparecem logo após a bactéria causadora da doença se instalar em nosso intestino delgado.

Lá, a bactéria faz com que produzamos grande quantidade de líquidos no intestino, causando diarreia com aspecto claro e líquido, como “água de arroz”.

Além de diarreia, vômitos também podem ocorrer.

Tratamento

O tratamento para casos pouco graves de cólera é a hidratação intensa com o soro caseiro, preferencialmente feito com água purificada.

No entanto, em casos mais graves, a cólera é uma doença causada por bactéria que pode levar à um quadro de desidratação extrema.

Por conta disso, o seu tratamento requer mais atenção e a hidratação deve ser feita por via intravenosa, acompanhada de antibióticos.

Já existem vacinas por essa doença causada por bactéria, e elas já são utilizadas em áreas de grande concentração de casos, como forma de prevenir a doença.

Prevenção

A prevenção da cólera se dá, sobretudo, pelo tratamento da água.

É importante buscar e mobilizar esforços para que essa doença causada por bactéria tenha seu impacto reduzido.

Embora já tenha sido erradicada, a cólera, no Brasil, volta a ser uma preocupação, sobretudo em áreas com pouca assistência sanitária.

No mundo, graças aos esforços da OMS, a cólera tem sido tratada com mais eficácia e o número de mortes causadas pela doença está em franca queda.

Todas as bactérias causam doenças?

Não, definitivamente!

Nem todas as bactérias são causadoras de doenças e em nosso corpo existe um verdadeiro bioma de boas bactérias, que nos auxiliam em nossas funções vitais, tais como aquelas que residem em nossos intestinos e fazem a decomposição dos alimentos que ingerimos.

O problema com as doenças está associado às bactérias que, uma vez entrando em contato com nosso corpo, desenvolvem toxinas que afetam nossa saúde.

Purificadores

Conclusão

A doença causada por bactéria pode, em casos mais extremos, nos levar à morte devido à forma como as toxinas desenvolvidas pelo microrganismo comprometem nossas funções vitais.

Por conta disso, é essencial sempre cuidarmos da higienização correta de tudo aquilo que consumimos, seja em forma de alimentos, seja em forma de água.

Além dessas ações, é essencial cobrarmos por políticas públicas que impeçam a disseminação de doenças que já poderiam ter sido erradicadas do Brasil através da atenção básica de saúde e saneamento.

Sobre o autor

gabriel.carrasco@npbrasil.com'

H2O Purificadores

Deixe um Comentário

um × dois =