Variedades

Saiba para que serve o cloro na água e não prejudique sua saúde

gabriel.carrasco@npbrasil.com'
Escrito por H2O Purificadores

O cloro é essencial para que a água que chega à nossa torneira seja potável, ou apropriada para o consumo humano e animal.

No entanto, o assunto pode gerar dúvidas quando pensamos sobre para que serve o cloro na água de fato, ou mesmo sobre a quantidade de cloro na água para consumo humano.

Hoje você vai saber qual é, de fato, o poder do cloro sobre a desinfecção da água e se ele realmente pode fazer mal para a nossa saúde.

Boa leitura!

Qual o papel do cloro na água?

O cloro é utilizado para que, através da sua reação natural, possa oxidar os componentes orgânicos que possam contaminar a água e que estão presentes na rede de distribuição.

Com a adição de cloro na água, conseguimos impedir a proliferação de bactérias, protozoários e até mesmo de vírus potencialmente perigosos para a nossa saúde.

Essa adição é uma questão de saúde pública, sanitária e que visa a promoção do bem estar humano, garantindo um acesso à água de qualidade, até mesmo nas grandes cidades brasileiras.

A cloração pode acontecer nas primeiras etapas do tratamento de água ou, ainda, nas últimas, para a desinfecção da água (tal como ocorre nas piscinas, com as bombas de cloro).

Afinal, faz mal beber água com cloro?

Sim e não.

O cloro, quando colocado em medidas corretas na água – o que geralmente acontece nas estações de tratamento – é essencial, conforme vimos, para eliminar microrganismos contaminadores da bebida.

No entanto, ele se torna tóxico e prejudicial ao nosso organismo quando o consumimos em maior quantidade.

Isso ocorre porque quando em contato com a água, o cloro libera THMs – trihalometanos – que, uma vez ingeridos por nós, podem fazer com que radicais livres encontrem o ambiente ideal para que danifiquem nossa células, o que pode estar diretamente relacionado com o câncer.

Por essa razão, é sempre preciso ponderar.

Se há uma forma menos agressiva para o nosso corpo de beber água, por que não investir nela?

Embora saibamos o quanto o cloro é essencial para fazer com que a água que chega à nossa torneira não nos adoeça, é importante considerar, também, mecanismos que façam com que ele seja retirado da água.

Qual a quantidade de cloro ideal para consumo humano

cloro em excesso na agua

De acordo com um documento de 2017, do Ministério da Saúde, a Portaria da Consolidação nº5, observa-se que o que é considerado seguro é a concentração de 0,5 mg de cloro a cada litro de água, no mínimo, e 2 mg de cloro a cada litro de água, no máximo.

A mesma portaria também define que, para que a segurança sanitária seja garantida, em todos os pontos da rede de distribuição de água a concentração de cloro mínima deve ser de 0,2 mg a cada litro de água.

Isso garante que tenhamos a eficiência contra microrganismos sem fazer com que a nossa saúde seja exposta a contaminações totalmente evitáveis.

Já em relação ao valor definido como máximo – o de 2 mg por litro  – não se dá, necessariamente, por conta do risco à saúde, mas, sim, por conta da modificação do perfil da água, que passa a ter gosto e cheiro de cloro.

Quais riscos o excesso de cloro na água pode causar a saúde

Conforme dissemos, o cloro não é apenas um vilão da nossa saúde quando se trata de água.

A presença dele na água garante que milhões de famílias fiquem livres de doenças como cólera e leptospirose, por exemplo.

No entanto, em altas concentrações, sabemos que a substância pode realmente ser nociva.

Não é o caso da água que sai da nossa torneira, é importante frisar.

Quando se trata das estações de tratamento de água, o trabalho feito em relação ao acompanhamento da qualidade da água costuma ser bastante rigoroso e todos os químicos que podem ser utilizados para o tratamento da bebida têm, geralmente, dupla checagem para a sua utilização.

Assim, é difícil observar situações em que o cloro passe de 5 mg por litro, que é o limite que outras organizações de saúde também definem.

Sempre que algum excesso se identifica, o sistema de abastecimento é retido, a fim de que se apure rapidamente o que causou a contaminação e possa ser feito o tratamento adequado da situação.

Assim, embora o cloro seja realmente prejudicial à nossa saúde quando estamos expostos a ele, em grandes concentrações, é importante frisar que isso não irá ocorrer na água que sai de nossa torneira.

Isso, no entanto, não nos libera de tomar cuidado com a água fornecida pelo sistema de saneamento de nossa cidade, uma vez que a contaminação pode se dar também por outros fatores.

Como saber se a água da torneira está com excesso de cloro?

Diferente do que muitas pessoas pensam, a água com mais cloro do que deveria ter não fica mais esbranquiçada.

A água esbranquiçada geralmente se deve à presença de grande quantidade de ar na tubulação, seja da cidade, seja na da sua casa.

É o que geralmente ocorre depois que passamos um período com o fornecimento de água suspenso, como nos casos em que a manutenção da rede é necessária.

No entanto, pode ser sim comum que percebamos a água de forma diferente quando ela chega à nossa casa depois de um tempo de suspensão de fornecimento.

Se a água estiver com cheiro de produto de limpeza, por exemplo, é sinal de que ela tem mais cloro do que deveria e, certamente, não é uma boa ideia consumi-la sem ser purificada.

Qual a forma mais segura de ingerir água?

desidratação infantil

Os purificadores de água são equipamentos que contam com um funcionamento bastante simples: uma vez conectados à torneira, ou outra saída de água, a água é conduzida para um refil purificador e depois entregue para o usuário através de um mecanismo de liberação.

O refil purificador pode ter diferentes composições e funções.

Alguns contam com retenção de partículas muito pequenas, podendo eliminar da água até mesmo metais pesados.

Já, outros, contam com redução total do cloro livre.

Na dúvida, a melhor receita é sempre tomar água de qualidade. E, para garantir isso, nada melhor do que um purificador de água.

Quer garantir mais saúde para a sua família e mais qualidade de vida? Garanta o melhor purificador de água!

Conclusão

O cloro é um produto químico essencial para o tratamento de água no mundo todo.

A sua ação é eliminar da água compostos orgânicos como protozoários, bactérias e vírus capazes de complicar nossa saúde.

No entanto, em quantidades elevadas, ele pode fazer mais mal do que bem e é justamente por conta disso que uma alternativa viável para a manutenção da qualidade de vida da sua família é optar por um purificador de água.

A maior parte dos purificadores contam com a redução do cloro livre na água, o que faz dela muito mais gostosa, saudável e boa de se beber.

banner blog

Sobre o autor

gabriel.carrasco@npbrasil.com'

H2O Purificadores

Deixe um Comentário

quatro + um =